segunda-feira, 18 de junho de 2012

SIX


A luz do sol a atravessava a pequena janela do quarto de Demi, a garota passou a noite toda em claro, sua cabeça rodava, seus pensamentos variavam, lembranças de sua infacia, de quando podia dizer que tinha uma vida normal.

 Em meio a tudo isso ela se perguntava o por que de estar ainda naquele lugar, ela já começava a se assustar, exergava as paredes do quarto se fechando cada vez mais, fazia muito tempo que ela estava apenas naquele quarto pequeno, ela já tinha dificuldade de respirar  sua cabeça latejava de dor, seu choro era silencioso e as lagrimas já rolavam pelo seu rosto sem parar.

-Demi!- ela se assustou quando se deu conta de que a enfermeira estava acordada e de pé ao lado de sua cama, a observando com olhar de preocupação- Porque está chorando querida?- perguntou atenciosa.

Demi a olhou sem conseguir segurar o choro, olhou a sua volta e toda vez que encarava o quarto ficava cada vez mais difil pra respirar.

-Eu não sei- ela sussurrou em meio ao choro- eu quero sair daqui, estou me sentindo sufocada- confessou.

-Se acalma tudo bem, vamos levantar, você troca de roupa e toma um banho enquanto eu vou buscar seu café da manha... tudo bem?- sorriu amavelmente. Demi concordou com a cabeça, a enfermeira saiu do quarto.

Demi se levantou e foi até ao banheiro, era um banheiro simples, na tinha espelho, nem nada do tipo, havia apenas o necessário... Demi ficava cada vez com mais dificuldade de respirar, estava se sentindo estranho, seu coração doía de uma maneira que ela nunca tinha sentido antes, as lembraças que ela teve durante a noite não havia feito bem a ela, isso era fato.

Demi tomou um banho rápido e vestiu uma das roupas que sua mãe havia deixado a ela, quando saiu do banheiro, a infermeira ainda não tinha voltado... ela não queria ficar naquele quarto sozinha, no silencio, só a deixava cada vez mais sufocada.
Ela olhou rapidamente pra porta e percebeu que estava um pouco aberta... não faria nenhum mal se ela saísse pra dar uma volta, faria?


Ela caminhou silenciosamente pelo corredor da clinica, com medo do poderiam fazer a ela se a vissem fora do quarto sem companhia de sua enfermeira, ela podia ouvir ao longe alguns gritos de pacientes, provavelmente estava tendo surtos, como ela, ela sabia como aquilo era horrível.
Estranhou por não ter ninguém nos corredores, era provavelmente pra ter enfermeiros e médicos caminhando apressados, começando mais um dia de trabalho, mas tudo que havia ali era a solidão daquele lugar quem na opinião dela era arrepiante.

Sua cabeça doía cada vez mais, ela realmente não estava se sentindo bem, seu coração estava apertado como se algo ruim fosse acontecer.

Caminhou mais um pouco e então pode ouvir vozes de pessoa conversando em alguma sala próxima de onde ela estava.
-
 O que você esta fazendo aqui Tiffany?- o homem perguntou zangado, Demi conhecia aquela voz, ela reconheceria a voz de Joe em qualquer lugar, a curiosidade foi mas forte e Demi se aproximou mais de onde a voz dele vinha, e conceguiu chegar a sala onde Joe estava a porta estava um pouco aberta e ela conceguiu ver que Joe estava com uma mulher. Ela tinha longos cabelos ruivo, usava um vestido estampado e solto em seu corpo, era uma bela mulher.

- Eu vim te ver meu amor, você não vai mas me visitar!- a mulher fez bico e Demi sentiu seu sangue ferver quando a mulher se aproximou e deu um selinho em Joe.
“Quem ela pensa que é?” Pensou ela

- Já disse que esse não é lugar pra você freqüentar, eu ainda não fui te ver porque não tive tempo, mas assim que eu tiver um dia de folga, fico o tempo todo com você- Joe sorriu e a abraçou pela cintura.

Sem perceber Demi deixou uma lagrima cair, não se contendo, já estava com raiva, querendo quebrar alguma coisa, bater alguém, queria socar a garota que nesse momento estava agarrada em Joe.

- amor, meus pais te chamaram pra jantar la em casa no sábado!- Tiffany falou sem delongas.

- Seus pais?- Joe esgueu um sambrancelha- Desde quando seus pais me conhecem?- riu descretamente.

-Joe...- ela revirou os olhos- você sabe como os pais são, eles querem conhecer o namorado que eu tanto falo.

“Namorados” Demi sentiu uma pontada no coração, as lagrimas já escorriam livremente pelo seu rosto, Joe não havia dito a ela que tinha uma namorada.
Sentia-se magoada, um ódio no seu peito que ela não sabia se podia controlar. Antes que alguém perceber sua presença ali, ela saiu correndo de volta pro seu quarto aos prantos, mas antes de chegar nele esbarrando em alguém, se arrastou quando sentiu algo quente escorrendo em sua roupa, olhou para frente e viu que havia esbarrado em sua enfermeira e que a bandeja que ela deduziu quer seria seu café da manha estava espalhado belo chão.

-Demi o que você esta fazendo fora do seu quarto?- Ela perguntou assustada, Demi passou as mão no rosto rapidamente tentando desfarçar o choro.

-Eu... eu queria dar uma volta- disse com a voz tremula, tentando ajudar a infermeira a juntar as coisas que estava espalhada pelo chão.

-Esta tudo bem?- perguntou com o olhar desconfiado e Demi apenas concordou com a cabeça forçando um sorriso- Deixa que eu limpo essa bagunça, vai pro seu quarto.

-Me desculpe!- Demi sussurrou e saiu correndo pro seu quarto, queria se esconder não queria falar com ninguém naquele momento, seu ódio só almentava toda vez que ela lembra que Joe a havia enganodo.

-Como pude ser tão burra?- sussurrou aos prantos. Sua cabeça doía cada vez mais, sentia um embrulho no estomago... ela sabia que aquele não seria um dia bom, sentiu desde do momento em que o sol apareceu pela janela do seu quarto que não deveria ter saído dali em momento algum.

Se jogou na cama escondendo seu rosto no travesseiro e deixando que o choro a dominasse, nunca se sentiu tão triste e tão sozinha em toda a sua vida.

Joe narrando:

Mais um dia cheio na clinica, e eu sabia que não seria fácil, pra minha surpresa recebi a visita de Tiffany, não gosto de quando ela vem aqui, acho que esse não um lugar pra uma pessoa normal freqüentar, mas Tiffany sempre fazia questão de me surprender assim.

Eu e Tiffany namoramos a quatro meses, nos conhecemos em uma festa e estamos juntos desde então. Não me pergunte porque a pedi em namoro, sei la, acho que só estava me sentindo sozinho, queria alguém pra me fazer companhia nos meus dias de folga.
Tiffany é uma garota super legal, mas ela não aquela que meche comigo, que me faz querer estar ao lado dela, ela consegue ser “chata” quando quer.

Bom... com muito sacrifício conseguiu fazê-la ir embora, pude jurar que ouvir alguém correndo pelo corredor, mas quando sai da sala não vi ninguém la fora.

Por incrível que pareça, eu estava animado nesse dia, seria a primeira terapia da Demi, e eu finalmente poderia conversar com ela sobre tudo, no momento em que Demi segurou minha mão e disse que confiava em mim, eu senti que ela se abriria e me deixaria finalmente ajuda-la, eu precisava vê-la bem, precisava garantir que Demi sairia desse lugar sem precisar nenhum dia voltar. Eu queria vê-la tendo uma vida  normal, ela realizando seus sonhos. Eu quero ver a gorota que eu amo finalmente tendo uma vida.

Fim do Capitulo



Gente, me desculpa, sei que deixei vocês na mão, mas eu to tentando desda semana passada escrever um capitulo decente pra postar, mas não consegui, ultimamente minha cabela ta ocupada com tanta coisa e a criatividade pra escrever não vem... bom me desculpem mas uma vez, ta ai o capitulo, apesar de eu ter achado que ficou muito ruim, eu postei porque não quis deixar vocês não mão.

quero avisar tambem que essa vai ser uma fic um pouco curta, acho que não vai passar dos 20 capitulos... bom espero que gostem. comentem please adoro ler comentarios, nem que seja me xingando rsrsrrs bjs... até o proximo capituloo!!!

5 comentários:

  1. olha qm ta aki.. escondida kkkkk.. awn awn q fofo e triste =(.... sempre q eu puder eu entro pra ler ok? ta d+

    ResponderExcluir
  2. ai, pq o Joe tem que namorar se ela ama a Demi?? =x
    tadinha dela, logo agora que tava confiando nele...
    tô morrendo aqui pra querer saber o que vai acontecer.. =s
    posta assim que der ok?!
    bjos =**

    ResponderExcluir
  3. Awww que dó da Demi... Joe bem que podia terminar né?
    Adorei o cap. Posta mais logo!
    bjos

    ResponderExcluir
  4. Coitadinha da Demi agora ela vai perder a confiança no Joe

    ResponderExcluir
  5. selinho pra vc no meu blog ;) http://bitchimlovatic-fanfics.blogspot.com.br/2012/06/meu-primeiro-selinho.html

    ResponderExcluir